Wanderley Carvalho

Como interpretar o momento pelo qual passa a sociedade contemporânea sem incorrer nos equívocos que se repetem há séculos? Que ações efetivas podem e devem ser adotadas para que, uma vez mapeada, essa realidade possa ser modificada visando ao bem de todos? Qual o papel a ser assumido individualmente por nós, membros dessa mesma sociedade? Onde estamos falhando?

Para Tom Martins, as respostas a estas e outras questões relacionadas passam pela assunção de que todos possuímos uma essência que ultrapassa a dimensão física, fato que nos exige uma postura de conciliação entre o material e o espiritual. Partindo desse pressuposto, e com base na Espiral Evolutiva de Beck e Cowan, o autor nos traz, em linguagem ao mesmo tempo rigorosa e fluida, um texto provocativo e propiciador de reflexão. Debates acalorados e representativos de situações cotidianas contextualizam e exemplificam as ideias defendidas.

Eis aqui uma obra primorosa e pragmática, um convite para que examinemos a nós mesmos e ao mundo com olhar ampliado e avancemos pelos matizes da Escala Evolutiva, despojando-nos dos traços patológicos e valendo-nos das virtudes e potencialidades que cada um desses matizes nos reserva, até emergirmos como consciência turquesa.

espiral

2 Comments

  1. Avatar Luciano

    O quão difícil é, atravessar essa ponte e ser aquilo que o momento atual precisa de cada um de nós. Pense viver uma vida longe do conhecimento necessário para compreender estás coisas conviver em lugares em que o conhecimento é a televisão, ou militância e atravessar essa ponte por si e por outros.
    Excelente texto!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *